terça-feira, 12 de março de 2013

Ouro da Terra


Direto da terra

Para ter bons resultados no cultivo de uma HORTA alguns cuidados são necessários. É importante obter informações sobre todo o processo, do plantio à colheita, e dos tratos culturais indicados para cada espécie. Mas é fundamental também que se conheça as características da hortaliça a ser cultivada.

A seguir, ficha técnica do MILHO, lembrando que todas as informações aqui descritas provêm de pesquisas em livros, boletins e revistas de Instituições especializadas, podendo ocorrer pequenas variações de informações devido a vasta (bio)diversidade existente e da prática e preferências de cultivo de cada horticultor.


MILHO
  

Milho e Festa Junina, combinação perfeita para esses festejos. Mas falar disso em março é um pouco cedo, não é mesmo?? Errado!!!
Para comer milho verde e preparar diversos outros quitutes juninos é preciso PLANTÁ-LO em março.


Aqui vão algumas dicas para fazer junto com a família ou com as crianças na escola. 




Origem: Peru e México
Época de plantio: concentra-se nos meses de março, agosto, setembro e outubro.
Forma de plantio: direto – de 2 a 3 sementes por berço. Após brotar, manter apenas a planta mais forte.
Espaçamento (entre linha x entre plantas): 100 x 50 cm. Plante no mínimo 3 fileiras de milho, isso é necessário para uma boa polinização.
Colheita: de 90 a 120 dias aproximadamente.
Tipo de solo: rico em matéria orgânica e bem drenado. Preparar berços com solo bem solto há 20 cm de profundidade.
Adubação: com húmus de minhoca, no plantio.
Irrigação: irrigar diariamente sem encharcar até os pés atingirem 50 cm, depois espaçar as regas sem deixar o solo secar demais. O milho não tolera solos encharcados.
Uso medicinal: o chá do cabelo de milho é usado para afecções da bexiga e rins. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário