terça-feira, 20 de junho de 2017

Formiga cortadeira: Praga ou boa jardineira?

Formigas são um problema não só na horta como no jardim.



Por outro lado é bom saber que esses “terríveis” insetos têm importante papel na natureza. Além de aerar o solo, ajudam também a fertiliza-lo, são ótimas agricultoras além de se alimentarem de algumas pragas da lavoura, como o bicudo que ataca o algodão.



Existem dois grandes grupos de formigas cortadeiras: as saúvas (gênero Atta) e as quenquéns (gênero Acromyrmex).
Para controlar ataques das formigas cortadeiras evitando o uso de produtos químicos - que podem ser prejudiciais ao solo e a nossa saúde - procure usar meios naturais para combatê-las.


 Algumas dicas:
Para árvores e plantas de caule, como roseiras, que não estejam encostadas em paredes ou muros, coloque uma faixa de manta de bidin (manta geotêxtil) no tronco próximo à terra. Fiz isso no meu jasmim e hibisco e tem dado resultado. Outra dica é fazer um anel de graxa ou vaselina pastosa, da mesma maneira, para evitar que elas subam e cortem todas as folhas.




As sementes de gergelim também dão bons resultados. Não é possível acabar totalmente com essas cortadeiras, mas diminui bem suas visitas ao jardim.


As formigas carregam o gergelim para o formigueiro onde essas sementes matam o fungo do qual as formigas se alimentam. Lembrando que as formigas cortadeiras não se alimentam do que carregam. Elas usam esses materiais para produzir o fungo (gênero Leucoagaricus gongylophorus) do qual se alimentam – uma relação simbiótica.



Algumas plantas podem ser cultivadas na horta e no jardim como “repelentes naturais”.
O alho ornamental, cebolinha, coentro, lavanda, hortelã e menta são boas indicações.
Plante as mudas espalhadas ao redor dos canteiros.
Outro meio natural e bem eficaz é o repelente feito a base de água e pimenta.




quarta-feira, 3 de maio de 2017

As plantas e nosso ambiente

Plantas que purificam o ar

Pesquisa da NASA comprova que as plantas ajudam a purificar o ar - através da FITORREMEDIAÇÃO

CLIQUE:





quarta-feira, 19 de abril de 2017

Bom pra cachorro!!

Capim santo, capim cidreira, erva cidreira e capim limão. Esses são os nomes populares do 


Cymbopogon citratus


E se você acha que essa erva é utilizada apenas para fazer chazinho, está muito enganado.

Essa herbácea, nativa das regiões tropicais da Ásia, é muito utilizada para acalmar os "nervos", como diriam as vovós.
Mas seu uso vai desde a culinária até a cosmética, passando pela indústria farmacêutica. 

Pão de capim limão

Mas a dica aqui vai para os donos de gatos e cachorros. 

Kyra

Esses animais se lambem muito para retirar os pelos que se soltam da pele e acabam engolindo parte desses pelos. 
Para auxiliar na limpeza da via digestiva, eles comem a folha do capim limão que provoca vômito, eliminando assim, os pelos que estavam grudados por todo canal digestivo.



Além disso, essa planta também tem efeito calmante. 

Plante uma muda de capim limão no seu quintal. Ela vai bem em vaso grande também. 
Se adapta bem em solos que tenham boa drenagem. Necessita de regas constantes e sol, pelo menos uma parte do dia.